Como a alimentação saudável colabora no processo de aprendizado

Ações dos Amigos do Bem garantem alimentação nutritiva que auxilia o pleno desenvolvimento infantil


A alimentação equilibrada é fundamental para o desenvolvimento infantil. Uma criança bem nutrida e que se alimenta de forma regular tem maior desenvoltura para aprender, melhor desempenho em suas atividades e concentração mais apurada. Os nutrientes de uma boa alimentação estimulam a memória e a agilidade cerebral, facilitando a aquisição de novos conhecimentos.

Por isso, os Amigos do Bem atuam fortemente para promover uma alimentação saudável e regular para jovens e crianças do Sertão Nordestino.

De acordo com dados do IBGE, os índices de extrema pobreza e fome seguem em crescimento no Sertão Nordestino. Metade das crianças com até 5 anos não tem acesso pleno à alimentação de qualidade e ao menos 49,7% dos lares do Nordeste enfrentam a insegurança alimentar.

O poder das doações: a chegada de alimentos no Sertão

Para transformar essa realidade, mensalmente, milhares de voluntários dos Amigos do Bem mobilizam-se nas tarefas de arrecadar, organizar e montar cestas básicas. Apenas em 2020, 170,8 mil cestas básicas foram distribuídas em 300 povoados nos estados de Alagoas, Ceará, Paraíba e Pernambuco, alcançando 1 milhão de pessoas.

Refeições

Além dos alimentos arrecadados e distribuídos mensalmente, os Amigos do Bem também servem refeições diárias nos seus quatro Centros de Transformações, núcleos educativos onde 10 mil jovens e crianças estudam. O objetivo é que todos os alunos recebam uma alimentação completa e equilibrada que contribua para o seu desempenho e bem-estar.

Hortas Comunitárias

As hortas comunitárias também fazem parte do projeto contra a fome. Construídas nas Cidades do Bem, são uma das iniciativas capazes de inserir alimentos saudáveis, como frutas, legumes e verduras na dieta alimentar dos pequenos.

O Bem que alimenta

Há 27 anos atuando no Sertão Nordestino, os Amigos do Bem seguem fortalecendo ainda mais projetos de educação, saúde, trabalho, moradia e água para 75 mil pessoas. A fome é um dos problemas sociais mais combatidos pela Instituição, que vem apresentando números anuais surpreendentes de arrecadação e distribuição de alimentos.

Durante a pandemia da covid-19, com o fechamento de escolas e pais sem trabalho, as crianças são as mais afetadas pela falta de alimentos. Por isso, os Amigos do Bem, mais do que nunca, seguem comprometidos com a segurança alimentar das famílias do sertão. O objetivo é que, além dos adultos, as crianças tenham acesso a uma alimentação que estimule seu desenvolvimento e facilite os processos de aprendizado.